quarta-feira, 25 de março de 2015

O amigo dos pecadores (Mt 11.19)

O amigo dos pecadores (Mt 11.19)

Ser “amigo dos pecadores” era uma ofensa, mas para nós é uma honra. Jesus condenava o pecado, mas amava os pecadores.

1. Jesus conhecia a necessidade dos pecadores e os ajudava (Lc 19.10).

2. Jesus veio ao mundo por causa dos pecadores (Mt 18.11; Rm 5.6).

3. Jesus demonstrou seu amor para com os rejeitados (Jo 8.9-11; Mt 8.1-4).

4. Jesus, mesmo na cruz, voltou-se para os pecadores (Lc 23.43).

5. Jesus, depois da ressurreição, demonstrou ser amigo dos pecadores (Mc 16.9).

Servos de Cristo (Mt 10)

Servos de Cristo (Mt 10)

1. A experiência básica do servo (Jo 3.3).

2. A capacitação do servo (Ef 5.18).

3. A tarefa do servo (Mt 10.8; Mt 28.19-20; 1Pe 5.1ss.).

4. A motivação do servo (2Co 5.14).

5. O salário do servo (Mt 10.8; Lc 6.22-23).

6. O sustento do servo (Mt 10.9-10; Fp 4.19).

7. A recompensa do servo (2Co 5.10).

O chamado de Cristo (Mt 11.28)

O chamado de Cristo (Mt 11.28)

1. Quem chama?

   a. O Criador, o Salvador, o Deus de amor (Cl 1.16; 1Jo 4.8).

   b. Aquele que perdoa os pecados e faz novas todas as coisas (Mt 9.6; Mc 5.15).

2. A quem ele chama? a. Aos cansados, oprimidos, presos (Sl 40.2; Lc 4.18).

   b. Aos que já perderam a esperança (2Rs 4.1-2).

   c. Aos pecadores (1Tm 1.15).

3. Por que ele chama?

   a. Por causa de seu amor e não por nossos méritos (Lc 19.10).

   b. Por causa de sua compaixão pelos perdidos (Lc 15.2; Mt 23.37).

   c. Por causa de seu desejo de que estejamos com ele por toda a eternidade (Jo 17.24).

   d. Para colocar-nos no seu serviço (Mt 11.29; Ef 2.10).

4. Como reagimos quando ele nos chama? a. Rejeitando (Jo 1.11).

   b. Atendendo (Mt 4.20; Mt 19.27). c. Aceitar assim como estamos (Mt 9.13).

5. Para o que ele nos chama?

   a. Para dar-nos paz e descanso (Jr 31.25; Mt 11.28; Jo 16.33).

   b. Para um novo nascimento (Jo 3.3,7; Ef 4.24).

Ordens do Senhor (Mt 10.5-16)

Ordens do Senhor (Mt 10.5-16)

Hoje o alcance das ordens de Jesus é mundial (Mc 16.15; At 1.8). Jesus nos ordena…

1. Ir para onde ele determinar (v. 5; Mt 28.19).

2. Pregar o evangelho (v. 7; 2Tm 4.2).

3. Curar os enfermos (v. 8; Tg 5.14-16).

4. Purificar os leprosos (v. 8; 1Jo 1.7).

5. Ressuscitar os mortos (v. 8; Ef 2.1).

6. Expulsar os demônios (v. 8; At 16.18).

7. Dar tudo de graça (v; 8; 2Rs 5.16).

Servos enviados pelo Senhor (Mt 10.1-16)

Servos enviados pelo Senhor (Mt 10.1-16)

1. São escolhidos e revestidos pelo próprio Senhor. Como foi com os apóstolos naquela época, assim também é ainda hoje (v. 1; Mc 3.13-15; Lc 6.13).

   a. São chamados por ele (Rm 8.30).
 
   b. Predestinados para isso por ele (Ef 1.5; Jo 15.16).

   c. E revestidos por ele (At 1.8).

2. Não servem a uma instituição humana, mas sim ao Senhor. Temos hoje muitos pregadores profissionais, mas somente poucos destes são realmente chamados por Deus. Quantos são os que o Senhor chamaria de mercenários! Vamos observar os conselhos que o Senhor deu a seus discípulos:

   a. Eles devem ser generosos (v. 8).

   b. Despreocupados (vs. 9-10; Ap 22.17).

   c. Corteses e amigáveis (v. 12).

   d. Independentes (v. 14).
  
   e. Pacienciosos, como ovelhas que vão ao matadouro (v. 16).

   f. Prudentes, como as serpentes (v. 16).

   g. Símplices, como as pombas (v. 16).

João Batista (Mt 11.7-19)

João Batista (Mt 11.7-19)

1. De acordo com a palavra de Jesus, foi o maior homem nascido de mulher (Mt 11.11).

2. Seu nascimento foi profetizado e ele foi comparado com Elias (Ml 3.1).

3. Como Jesus, seu nascimento foi anunciado pelo anjo Gabriel (Lc 1.11,19).

Por amor do seu nome (Mt 10.22)

Por amor do seu nome (Mt 10.22)

1. Pelo seu nome renunciamos a tudo (Mt 19.29).

2. Pelo seu nome estamos prontos a sofrer (Mt 10.22).

3. Pelo seu nome suportamos provações (Ap 2.3).

4. Pelo seu nome ficamos firmes apesar da fúria de Satanás (Ap 2.13).

5. Em seu nome nos congregamos (Mt 18.20).

6. Em seu nome servimos aos necessitados e doentes (Mt 25.40; Tg 5.14).

7. Em seu nome oramos com liberdade ao Pai (Jo 14.13).